quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Acomodado Ego Incomodo [5]

Lei do retorno
Bumerangue
Apontar
Karma
as minhas constantes tentativas de desacomodo do ego
me levam continuamente a inversão de posições
a agonia de olhar o mundo - e as situações -
de pontos de vista bem distintos
ora rejeitando
ora rejeitado
ora amando só
ora só sendo amado
Não existe simetria?
em momentos devidos,
a paciência que desenvolvi para comportamentos assimétricos
simplesmente some, desaparece
O bumerangue jogado sempre volta
Quando se aponta um dedo para o próximo
três dedos se voltam pra si mesmo
Aquilo que menos esperamos, carmicamente acontece
na hora errada, no lugar errado
Investimentos emocionais feitos com espontaneidade
se anulam com o sofrimento leve de não receber o retorno esperado
E o ego? Incomodo!
Fui superficial com os sentimentos alheios
e sinto que o retorno de tal superficialidade está bem próximo
Dúvidas e desacômodo interno
a combinação nada ortodoxa
que não responde minhas dúvidas
e me deixa uma lacuna
que segue incomodando meu ego
Sigo em relações cármicas
esperando pelas respostas
que novamente trarão - ou não - o comodismo
a este ego incomodo
puta existencial!

2 comentários:

Deinha disse...

Faz parte do ser humano errar. Assim como magoar e ser magoado. O que nos transforma em seres dignos ou não é o que nós fazemos com cada situação de mágoa (própria ou alheia). Às vezes a gente precisa saber perdoar a si mesmo. :)

\o/ Hugo \o/ disse...

Nossa... cheguei a engolir seco lendo isso... Tapa na cara, amigo! Verdade pura.. Mas faz parte! Estamos nessa vida é pra aprender e crescer.