segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Greicy Kelly Mognon

Uma vez me deparei com demônios... uma vez me deparei com deuses....
uma vez me deparei com anjos e seus raios de poder cósmico...
já vi Jah, já vi Sheeva, já vi Jeová, já vi Yemanjá...
cada um deles tinha sua visão do mundo, dos absurdos e dos acasos que o destino impõe...
e no meio destas absurdas diferenças, surgiam conflitos de personalidade, de interesses, de teorias...
tormentos que divindades me mostraram em sonhos, e que geraram um desequilíbrio tão profundo que se reflete na mais frágil e perfeita das criações: O HOMEM!
Inescrupuloso, o humano aderiu à falta de sincronia das divindades e passou ele próprio a lutar pelos seus interesses e teorias, buscando definir sua identidade.
Nesta completa discórdia, a odisséia pela paz espiritual se faz cada vez mais distante...
E olhar para o espelho e debater com ele parece um desafio tão perigoso e constrangedor que intimida à grande maioria.
Porém, é no espelho que encontramos a paz espiritual.
o ego, a auto estima, o auto conhecimento.
Foi no espelho que vi rugas crescendo e cabelos brancos surgindo...
e foi perdendo o medo do espelho que me dei conta que os conflitos divinos e os conflitos terrenos poderiam ser resolvidos...
afinal, se cada um dos que estão em conflito parasse em frente ao espelho e refletisse a imprecisão de seus atos, todos se dariam conta da influência extrema que exercem sobre o próximo.
cada conflito divino se soluciona ao momento de reflexão e tolerância às idéias opostas.
Aceitar as diferenças nem sempre é possível, mas tolerá-las é fundamental.
Eu aprendi a olhar no espelho! Resolvi conflitos internos, e faço minha parte pra solução dos conflitos externos.
E neste simples dia de 30 de agosto, eu venho louvar àquela que me mostrou o espelho.
que era possível observar o espelho sem pensar apenas na imagem refletida.
que era possível mostrar o espelho aos outros e fazer com que cada um enchergasse através do espelho.
foi olhando os teus olhos, espelhos da tua alma, que consegui forças e coragens desconhecidas para observar minha própria alma.
te desejar luz seria descabido. ÉS FONTE DE LUZ!
te desejar sabedoria seria redundante. ÉS FONTE DE SABEDORIA!
hoje, não te desejo nada...
hoje, não te agradeço nada...
hoje eu faço uma oração!
A deuses, demônios, anjos...
A Jah, a Sheeva, a Jeová, a Yemanjá...
uma oração carregada de gratidão e orgulho, por ter o privilégio de ser irmão dessa fonte de luz!!!
TE AMO MUITO MAIS QUE A MIM MESMO!!!
Teu,
Douglas Marques

2 comentários:

regina disse...

E UMA MENTE BRILHANTE DESTAS NÃO ESCREVE UMA PATENTE?
LINDO D+
TE AMO!!!

Greicy Kelly Mognon disse...

Soh vc, sempre vc...pra trazer a toda sentimentos tao intensos...
eh mais que uma mente...eh um ser humano unico feito em uma forma sem igual.
Te amo meu irmao
e soh vc pra me tocar dessa maneira
sempre vc tao presente nessa minha vida. Te carrego contigo...meu porto seguro.